Home / Destaque  / CER de Araguaína inicia atendimentos à população nesta segunda-feira, 16

CER de Araguaína inicia atendimentos à população nesta segunda-feira, 16

Os pacientes atendidos serão encaminhados por meio das unidades básicas de saúde. Além de fisioterapia, o centro terá especialidades como psicologia e fonoaudiologia

De Adriana Santana | Fotos: Marcos Sandes (Ascom Prefeitura de Araguaína)

O Centro Especializado em Reabilitação de Araguaína (CER) iniciou os atendimentos à população, nesta segunda-feira, 16. A primeira etapa do atendimento na unidade é a triagem, iniciada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

“A fase da triagem é muito importante para sabermos qual tratamento especifico será eficaz para cada paciente. Então, a pessoa primeiro passa pela UBS, que encaminhará esse paciente para o CER. Aqui realizaremos nova triagem para avaliações clínicas e assim começar o tratamento adequado”, explicou a coordenadora clínica do Centro Especializado de Reabilitação, Tauana Lemos Coimbra.

Ainda de acordo com a coordenadora, até agora mais de 20 pessoas passaram pela triagem e já começarão tratamento no centro. A previsão é de que passem pelo processo de avaliação uma média de 50 pacientes por semana.

Esperança

Na semana passada, a pequena Lívia Rolim, 5 anos, passou pela triagem com a médica fisiatra do CER. Acompanhada da mãe, a menina que tem síndrome de down e autismo, foi avaliada e já está inclusa na lista de pacientes do centro.

“Cheguei aqui sem esperança de encontrar o tratamento para a minha filha que tem uma série de problemas, como desenvolvimento da fala. Depois de conversar com a médica recuperei a fé de que agora ela passará pelo tratamento adequado para diminuir as deficiências que ainda tem”, destacou a mãe da menina, Rosenelda Rolim.

Estrutura

Administrado pela Prefeitura em parceria com o Hospital do Amor, o CER fica localizado entre os loteamentos Cidade Nova e Lago Azul. O centro tem 32 consultórios para diversos tipos de atendimentos a pessoas com deficiência. A unidade também conta com box de terapia, fraldários adulto e infantil e refeitório, além de dois veículos adaptados para atendimento exclusivo dos pacientes.

Além da reabilitação física, o CER oferecerá também a reabilitação auditiva, visual e intelectual.


“Recuperei a fé de que agora ela passará pelo tratamento adequado para diminuir as deficiências que ainda tem”, destacou Rosenelda Rolim.


“A fase da triagem é muito importante para sabermos qual tratamento especifico será eficaz para cada paciente”, explicou a Coordenadora do CER, Tauana Lemos Coimbra.

cenariun.to@gmail.com

Review overview
NO COMMENTS

POST A COMMENT