Home / Destaque  / Siqueira troca de posição com Eduardo que assume vaga de senador

Siqueira troca de posição com Eduardo que assume vaga de senador

Élcio Mendes Assessoria de Imprensa | Imagens: Divulgação O ex-governador Siqueira Campos mudou de posição com o ex-deputado federal Eduardo Gomes (SD) e agora vai ocupar a vaga de suplência de senador na chapa governista. Apesar

Élcio Mendes Assessoria de Imprensa | Imagens: Divulgação

O ex-governador Siqueira Campos mudou de posição com o ex-deputado federal Eduardo Gomes (SD) e agora vai ocupar a vaga de suplência de senador na chapa governista. Apesar da inversão Siqueira garante que continua candidato.

A inversão da posição na chapa aconteceu depois de Siqueira anunciar que estaria fora da disputa por não ter condições físicas de realizar sua campanha viajando pelo Estado.

Siqueira Campos, que completou 90 anos no último dia 1º, foi internado no Hospital Santa Tereza em Palmas nessa terça-feira (14) e na noite desta quarta-feira (14), último dia para registro de candidatura, teria dito ao Jornal do Tocantins que sua carreira política estava encerrada alegando que os problemas de saúde que tem enfrentado seria o impedimento para que ele desse continuidade ao seu projeto. “Cada dia é um problema. Não tenho condições de ir para o interior como os companheiros esperam”, afirmou o ex-governador ao JTo.

No último dia 5, o ex-governador marcou presença na convenção que confirmou Mauro Carlesse como candidato ao palácio e chamou atenção com aparência debilitada. Com a ajuda de assessores, Siqueira foi levado para o palco do evento que aconteceu no auditório da Assembleia onde permaneceu a maioria do tempo sentado.

Nos últimos anos, Siqueira enfrentou diversos problemas de saúde e precisou ser internado algumas vezes. Em junho de 2016 ele chegou a ficar na UTI com quadro de desidratação. Em janeiro de 2017, voltou se internar com pneumonia.

O governador mauro Carlesse soube da desistência de Siqueira somente hoje à noite em Fortaleza do Tabocão.

Na primeira rodada da pesquisa Fieto/Vetor e TV Record, Siqueira Campos tanto na Espontânea quanto na Estimulada, aparece liderando as intenções de voto para a corrida ao Senado Federal.

Vale lembrar que às vésperas da convenção de Carlesse, a posição de Eduardo Gomes no grupo governista era um impasse a ser resolvido. Os dias que antecederam foram de intensas conversações entre os aliados especialmente pela pressão dos liderados pelo prefeito Ronaldo Dimas, diante da necessidade de acomodar Gomes no grupo onde já estavam definidos que os nomes a disputarem na chapa seriam os de César Halum (PRB) e o do Siqueira Campos. Por fim depois de muitas conversações, Gomes aceitou ser o 1º suplemente do ex-governador e agora a reviravolta a seu favor aconteceu antes mesmo campanha começar oficialmente.

Sobre a decisão de Siqueir, Eduardo Gomes disse se sentir honrado e emocionado pelo gesto do ex-governador em aceitar a primeira suplência e destacou que continuará firme na campanha e alinhado com Siqueira Campos.

À imprensa a assessoria de Siqueira emitiu um comunicado sobre o a decisão, explicando ainda que o ex-gestor se recupera de uma anemia e a troca aconteceu após entendimentos com o partido. Siqueira lembrou também a trajetória política de Eduardo Gomes ao seu lado “...meu companheiro de chapa, que desde os seus 17 anos me acompanha na vida pública”

Veja íntegra do comunicado:

Comunicado

O ex-governador Siqueira Campos (DEM) informa que nesta quarta-feira,15, por volta das 10h, foi internado no hospital Santa Tereza, em Palmas, e diagnosticado com anemia e desidratação.

Ao final da tarde desta quarta-feira, por iniciativa própria, ligou para o editor-chefe do Jornal do Tocantins, jornalista Tião Pinheiro, e comunicou sua decisão de não mais ocupar a cabeça de chapa para o Senado Federal. Não pela sua idade, mas sim por fatos como estes que ocorreram nesta data e que o impediriam de visitar os 139 municípios tocantinenses. De poder abraçar e corresponder com a sua presença, o desejo que o eleitor tem de conduzi-lo ao Senado da República.

Após entendimentos mantidos com a presidente do Democratas, deputada federal Dorinha Seabra, e com seu companheiro de chapa, ex-deputado Eduardo Gomes, Siqueira Campos comunicou que continuará na chapa, mas na condição de primeiro suplente. Podendo assim, quando chamado, continuar contribuindo com o Tocantins.

Siqueira Campos lembrou ainda que seu antepassado Toninho Siqueira Campos e o Brigadeiro Eduardo Gomes fizeram história no famoso episódio dos 18 do forte de Copacabana. E que aos 17 anos, inspirado no Brigado Eduardo Gomes, filiou-se à União Democrática Nacional (UDN), que é o DNA de seu atual partido, o Democratas. “Comecei a minha vida pública com o Brigadeiro Eduardo Gomes e parto para finalizá-la com jovem Eduardo Gomes, meu companheiro de chapa, que desde os seus 17 anos me acompanha na vida pública”, encerrou.

dev@agenciaccm.com.br

Review overview
NO COMMENTS

POST A COMMENT